AndreSurfer

Beyond the News

Tony Kanaan e o significado de uma vitória

Não há nada na vida que pague o sentimento de uma vitória: a alma balança, vibra, grita, festeja. E essa semana foi uma daquelas que me emocionou com a vitória de alguém que merecia sentir o gosto da vitória mais do que qualquer outra pessoa: Tony Kanaan.

A bandeira quadricula significa o fim de uma corrida no automobilismo, para Tony, significa a vitória

A bandeira quadricula significa o fim de uma corrida no automobilismo, para Tony, significa a vitória

Aliás, se Tony vir a ler este texto ele muito provavelmente discordará de mim, pois tenho quase que certeza absoluta que ele diria: “Eu merecia sentir o gosto da vitória TANTO quanto qualquer outra pessoa”. Para mim, esta humildade que ele demonstra às pessoas é certamente o que lhe torna um ídolo respeitado.

Eu acabei de ler um artigo publicado no Blog do Fábio Seixas na Folha contando o que TK passou em sua vida até chegar à esta vitória em Indianápolis, e devo confessar que uma lágrima chegou a escorrer do meu olho esquerdo. Talvez seja pelo fato de eu me simpatizar com o Tony (não o conheço pessoalmente, mas ele sempre me pareceu um cara gente boa em suas entrevistas) ou talvez seja pelo fato de hoje, como pai, ver as coisas de uma forma completamente diferente do que 15 ou 20 anos atrás. O texto de fábio Seixas tem todos os esses elementos e talvez a lágrima seja uma mistura de tudo isso.

Lembro na Copa de 94, ainda com 14 anos, quando sentei à sala com meu pai para assistirmos a partida contra a Holanda. Quando sofremos o empate achei que a coisa teria terminado alí, que iria chorar como fiz na Copa anterior ao perdermos para a Argentina, e aquele sentimento eu não queria reviver.

É muito duro perder. Mas é ainda mais difícil continuar jogando, pois o medo de uma segunda derrota o faz pensar duas vezes antes de tomar alguma decisão. Na vida em si eu aprendi que nós nunca perdemos, mas que amadurecemos. No esporte a situação é um pouco mais complicada pois uma oportunidade pode nunca mais aparecer. As lágrimas do Branco ao marcar o gol da vitória naquela partida traduzem bem o que eu estou falando.

Portanto, fiquei muito feliz ao saber da vitória do Tony Kanaan domingo passado em Indianápolis. Lembro de ter assistido outro dia uma entrevista dele com o Hélio Castroneves no programa Agora é Tarde da Bandeirantes, e Tony estava sem jeito de explicar o que é Indianápolis e passou o questionamente ao amigo, que já venceu lá 3 vezes. Engraçado, Tony é um dos caras que mais liderou Indianápolis na história da corrida (leia o texto do Fábio para mais detalhes) e simplesmente não tinha “credencial” suficiente para descrever a mesma, um pecado.

Tony quase venceu Indianápolis várias vezes e fico imaginando como ele conseguiu manter a cabeça no lugar para entrar no carro e correr de novo, de novo, de novo, até conseguir. Isso é que realmente define um vencedor, um atleta, um profissional sério. Aliás, este deve ser o motivo pelo qual ele não vai para a F-1, pois por lá este tipo de atitude seria menosprezado.

Entretanto, descobri hoje na coluna do Fábio Seixas como Tony conseguiu essa vitória: experiência. Ele venceu muitos outros desafios na vida, alguns os quais pra muita gente talvez seria o fim da linha (e eu me incluo nessa). A vitória em Indianápolis foi apenas um detalhe se comparado ao que ele passou, foi a “cereja no topo do bolo” para um campeão dentro e fora das pistas.

Parabéns Tony Kanaan!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on May 31, 2013 by in Esportes, Português and tagged , .
%d bloggers like this: